Ministério Público denuncia quatro envolvidos por tráfico de serpentes

0
23
Foto: O Popular

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) denunciou quatro envolvidos acusados de criação e venda ilegal de serpentes no DF. Os nomes serão divulgados nesta sexta-feira (4), durante a coletiva de imprensa marcada para as 14h30 (horário de Brasília). O esquema foi descoberto após o estudante de medicina veterinária Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkuhl (22) após ser picado por uma Naja criada cladestinamente em sua casa, no Guará/DF. O inquérito foi concluído no dia 13 deste mês e indiciou 11 pessoas por crimes ambientais. A 14ª Delegacia de Polícia do Gama conduziu o inquérito no qual indiciou Pedro por tráfico de animais silvestres, associação criminosa e exercício ilegal da medicina veterinária.