SES registra desaceleração da Covid em Mato Grosso do Sul

0
21
Foto: Saul Schramm

Enquanto a campanha de imunização da Covid-19 avança nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul,  diversos indicadores apontam uma desaceleração da doença no Estado. Nesta segunda-feira (05) o secretário de saúde, Geraldo Resende, atribui a redução da taxa de contágio, de casos confirmados, óbitos, e taxa de ocupação de leitos também as medidas mais duras adotadas pelo Governo do Estado nos momentos mais críticos da pandemia. “Temos alguns elementos que gostaríamos de comemorar neste 5 de julho. Nossa taxa de contágio decresceu mais um pouco neste fim de semana, foi a 0,96. Isso mostra que as medidas restritivas foram importantes para construirmos esse cenário. Nossos decretos foram muito importantes”.

Além da taxa de contágio, Resende também citou o recorde de internações há algumas semanas. “Chegamos no dia 8 de junho ao nosso recorde de internações com 1.339. Hoje estamos com 715 pessoas internadas. Ou seja, nós estamos quase pela metade do quantitativo de 4 semanas atrás. Temos ainda outros dados para comemorar, na maioria dos municípios de MS nós estamos tendo leitos de UTI e clínicos para pacientes com síndrome respiratória aguda grave, com suspeita de Covid. Nós nunca tínhamos esse quadro”, afirmou durante transmissão ao vivo pelas redes sociais do Governo do Estado, ref0rçando a necessidade de não relaxar os cuidados preventivos. 

O boletim epidemiológico Covid-19 desta segunda-feira (05) registra mais 317 casos confirmados e 34 óbitos por complicações da doença em Mato Grosso do Sul. O acumulado de casos confirmados desde o início da pandemia até o momento é de 338.645, e os óbitos 8.365. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) existem 436 amostras em análise no Lacen e laboratórios parceiros, e 3.946 resultados que aguardam encerramento pelos municípios. 

A taxa de ocupação de leitos está abaixo dos 90% em todas as macrorregiões do Estado: Campo Grande (89%), Dourados (83%), Três Lagoas (80%) e Corumbá (74%). A fila de espera na central de regulação de Campo Grande conta com 23 pacientes, Dourados com 1 e mais 2 na central de regulação do Estado.  

Confira aqui o detalhamento do boletim epidemiológico atualizado desta terça-feira, 5 de julho de 2021.