PMA apreende armadilha de caça no Parque Natural das Capivaras

0
24
Foto: PMA

A Polícia Militar Ambiental tem se dedicado grande tempo de trabalho em sua 26 Subunidades à operação Prolepse, voltada à prevenção a todo tipo de incêndio. Os trabalhos visam, entre vários objetivos específicos, a prevenir e reprimir para que as pessoas não provoquem os pequenos focos em queima de resíduos, ou pequenas áreas, que muitas vezes viram grandes incêndios, especialmente nas proximidades de Unidades de Conservação urbanas, ou rurais, onde haja habitações próximas.

No sábado (17), Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas, que trabalham na operação Prolepse, realizavam fiscalização no entorno e dentro do Parque Natural Municipal das Capivaras, local conhecido como Cascalheira, e encontraram uma armadilha de caça armada para captura de animais silvestres de pequeno e médio porte, como tatu, cutia, paca e até capivara.

A jaula em ferro estava armada em uma trilha no meio da vegetação de grande porte. O proprietário do petrecho não foi localizado e o material foi apreendido. No ano passado (2020), no dia 19 de setembro, a PMA de Três Lagoas prendeu um caçador com um animal silvestre da espécie, Dasyprocta Punctata, conhecida como cutia, que o homem de 35 anos havia abatido na área protegida do mesmo Parque.