Justiça mantém a prisão preventiva de filho da deputada Flordelis

0
25
Foto Ilustrativa

Mantida prisão preventiva do filho da deputada Flordelis, Adriano dos Santos Rodrigues acusado de participar, em 2019, da falsificação de uma versão sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da parlamentar.

Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro, Adriano teria fraudado uma carta para ajudar a criar uma versão adulterada sobre os fatos investigados. Ele é acusado de associação criminosa, uso de documento falso e falsidade ideológica; crimes que teriam conexão com a morte do pastor Adriano dos Santos foi incluído na sentença de pronúncia que mandou a júri popular a deputada e mais cinco pessoas.

PRISÃO PREVENTIVA

A prisão preventiva ocorreu em 24 de agosto de 2020. Pedidos de revogação da medida foram negados em primeira e segunda instâncias. Na reiteração do Habeas Corpus perante o STJ, a defesa de Adriano dos Santos pediu a revogação da prisão, sustentando que, mesmo se fosse condenado pelos crimes que lhe são imputados, ele teria direito a iniciar o cumprimento da pena em regime aberto o que revelaria a desproporção da medida.

Além disso, apontando que os delitos atribuídos a ele não foram cometidos com violência ou grave ameaça, a defesa alegou excesso de prazo da prisão, que já perdura por mais de 11 meses.