Na Capital, Governo do Estado encurta caminho entre periferia e região central

0
44
Foto: Subcom

Segunda região mais populosa de Campo Grande, as Moreninhas ganhará, em breve, um novo acesso que encurtará caminhos para a população que precisa de rapidez para chegar à região central da cidade. A obra também é vista como um caminho para o desenvolvimento da região, como classificam moradores e comerciantes.

O novo caminho ganhará o nome de uma das principais lideranças do bairro, Jurandir Domingues de Oliveira. O líder comunitário morreu em 2015, mas deixou seu legado de luta pela comunidade, como destaca o presidente da Moreninha lll, Valdeci Oliveira Souza. “Foi um pioneiro dessa região e sempre lutava por essa segunda via de acesso, foi um grande líder para nós”, afirmou.

Comerciante há 17 anos em uma das principais ruas do bairro, Valdomiro Passos, 47 anos, conhecido como “Valdomiro do Quase Tudo” classifica o novo acesso como um avanço para a região. “Vai enriquecer ainda mais toda a nossa região. As Moreninhas já é um local abençoado, embora distanciado da cidade, mas muito bem localizado, hoje a região é autossustentável. Gostoso é que a Moreninha virou uma pequena cidade. Esse acesso é benéfico para toda a região”, afirmou.

A auxiliar administrativo, Karina Rocha Gonçalves, 25 anos, que mora com seus pais na rua que vai dar acesso às Moreninhas fala sobre as dificuldades que os moradores enfrentam com a rua não pavimentada. “Precisa demais de um asfalto aqui. A poeira aumentou agora com a linha de ônibus que fizeram, tem criança que sofre muito. Outra coisa que precisa bastante é o esgoto, que só vem até uma parte da rua, aqui para baixo a gente não tem. Quando chove, é uma buraqueira. O asfalto vai ajudar bastante e valorizar muito esse lugar”, disse.

No novo trajeto estão inclusos 6 quilômetros de ciclovia, 12,5 km de vias a pavimentar, 1,5 quilômetros de vias a restaurar, além de duas pontes, o que totaliza uma área de pavimentação aproximada de 115 mil metros quadrados. Com isso, mais de 40 mil moradores serão beneficiados.

Cidade Morena – Ainda na região das Moreninhas, uma parte do bairro Cidade Morena receberá pavimentação asfáltica e os moradores já comemoram o investimento. Conforme o presidente do bairro, Glauber Gonçalves Pereira, 39 anos, cinco ruas que não tem asfalto. “É uma demanda que vem se arrastando por vários anos, também será um marco. Nasci e acompanhei todo o desenvolvimento daqui e quando foi feita apenas a pavimentação de metade do bairro e a outra não foi concluída, foi uma tristeza muito grande”, recordou.

Em uma dessas ruas que serão asfaltadas mora Antônio Pereira Rodrigues, 46 anos. Ele que já foi presidente do bairro também fala da importância do investimento. “Sou morador do Cidade Morena há 37 anos, e acredito que só vem beneficiar a nossa região, que é tão grande, com muitas empresas”, disse.

O recurso para a obra das Moreninhas já está garantido. São R$ 45 milhões que foram anunciados pelo secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, aos vereadores de Campo Grande, em junho. Nesse montante está incluso também a pavimentação da Vila Cidade Morena. Tanto o novo acesso quanto o a pavimentação do Cidade Morena está em fase de projeto, sob responsabilidade da prefeitura.

Para o governador Reinaldo Azambuja, investir nos bairros é levar desenvolvimento e qualidade de vida para a população. “A obra vai melhorar a qualidade de vida e levar desenvolvimento a esse que é um dos bairros mais populosos de Campo Grande”, destaca. O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, também comenta a importância do investimento: “Quando falamos de encurtar distâncias, falamos de integração, desenvolvimento, oportunidades e segurança. São bairros de alto nível populacional, de pessoas que precisam se deslocar para estudar, trabalhar, rotineiramente, então essas obras fornecem segurança e conforto. É uma demanda já antiga e representa os anseios da população”.

Aero Rancho – Os investimentos nos bairros mais populosos da cidade não param por aí. Algumas vias que contemplam o quadrilátero entre as ruas Canutama, Traumaturgo e Rua da Divisão e Raquel de Queiroz estão sendo preparadas para receber pavimentação asfáltica. Ao todo, onze ruas serão pavimentadas e três ganharão recapeamento e outras intervenções, sendo ela as ruas Canutama, Traumaturgo e Da Divisão.

São R$ 13 milhões investidos nas obras, sendo R$ 6 milhões de emenda parlamentar da deputada federal Rose Modesto e R$ 7 milhões de contrapartida do Governo de Mato Grosso do Sul.