Preso suspeito de furtar armas de colecionador na Capital

0
59
Foto: Polícia Civil

Investigadores do GOI após estarem cientes do furto de uma espingarda calibre .22 e uma carabina .44 escoradas identificaram o autor após a foto do armamento serem publicadas em grupos de whatsapp. Informação esta que levou os policiais até uma mecânica de motos na rua da Divisão em Campo Grande (MS).

O dono (41) confirmou a publicação, mas dize que apenas estava intermediando a venda por R$ 8.000,00 e já desconfiava ser produto de roubo. Ele revelou o local onde havia pego as armas. Na chácara um homem ao notar a presença policial se evadiu pela mata. Sendo perseguido e preso. O autor de 37 anos confirmou ter entregue as armas e que não havia realizado o roubo sozinho. Ele indicou um familiar como tendo participado da negociação. Contou ainda que este familiar teria conseguido vender, ainda no período da manhã, uma espingarda calibre .12 e um fuzil .556, na cidade de Dourados.

As armas recuperadas são seis sendo um revólver calibre .38, uma pistola calibre 9mm, além do fuzil e da espingarda. Ele revelou ainda que o fuzil e a espingarda haviam sido negociados com indivíduo conhecido como “Careca”, pelo valor de R$ 10.000,00, que teria vindo de Dourados a mando de alguém chamado de “Oreia”. A pistola e o revólver estariam em posse de seu genro, que não foi localizado.

Os dois detidos responderão pelos crimes de Receptação, Associação Criminosa, Posse Irregular de Arma de Fogo de Uso Permitido e Comércio Irregular de Arma de Fogo.