PMA inicia amanhã (1) a operação HOT POINT em proteção aos recursos pesqueiros do Estado

0
58
Foto: Polícia Militar Ambiental

O estímulo inicial para a formação dos grandes cardumes para a subida dos rios para a reprodução é o início da cheia dos rios e, os meses de setembro e outubro são os mais preocupantes, pois é quando os cardumes começam a ficar maiores e, por essa razão, nesta quarta (1), a PMA inicia a operação HOT POINT. 

Operação  que visa à fiscalização de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados. Por esta razão, a quantidade de turistas e pescadores do Estado se intensifica, exatamente, em razão das facilidades de captura do pescado neste período.

Os Hot Points (pontos quentes) foram mapeados, conforme os dados anteriores de ocorrências envolvendo pesca predatória. A fiscalização preventiva ostensiva fardada, contará com 325 Policias das 26 Subunidades no Estado, até o dia 4 de novembro às 00H00, que manterá vigilância sobre os cardumes formados, especialmente nos pontos críticos que são as cachoeiras e corredeiras, locais esses que, dependendo do nível da água dos rios, pegam-se peixes até com as mãos. Ponto crítico de corredeira onde serão intensificadas as fiscalizações.

Além desses cuidados onde os cardumes estão, as equipes do setor de inteligência também farão trabalhos de levantamentos de informações relativos a quaisquer pontos de possível pesca predatória, bem como dos locais com maior concentração de pescadores, especialmente, porque normalmente são esses locais onde estão os cardumes.