Reforço policial no dia 7 de setembro na Capital

0
39
Foto: Paulo Francis / CAMPO GRANDE NEWS

Manifestantes de esquerda e de direita de Campo Grande, se organizam para a realização de atos no dia 7 de Setembro, data que comemora a declaração de independência do Brasil. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) preparam uma “motociata”, enquanto os opositores promovem o tradicional “Grito dos Excluídos”.

Manifestantes de esquerda e direita se organizam em Campo Grande para a realização de atos no dia 7 de Setembro, data comemorativa a declaração da Independência do Brasil. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) preocupado com atos de vandalismo entre os grupos anunciou nesta quinta-feira (2) um plano de segurança que será realizado nos dias das manifestações.

Serão empenhados no dia das manifestações 300 guardas civis metropolitanos, 60 viaturas, 2 drones, e 12 novos operadores que farão o monitoramento na região central. “Temos que zelar pelo patrimônio. Não me importa se o movimento é verde, amarelo, azul ou vermelho. Temos que vestir o branco da paz”, declarou o prefeito.

Nenhum radar e sistemas de fiscalização eletrônica será desligado.  Quatro locais de possíveis concentração de pessoas está sendo mapeados pela inteligência da guarda. Os endereços não foram divulgados para não atrapalhar a operação.