DENAR apreende armamento de guerra na Capital

0
89
Foto: Polícia Civil

Policiais civis da DENAR (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) realizaram a prisão na noite de quinta-feira (23) a prisão de cinco pessoas, com idades de 20, 23, 27, 41 e 43 anos em uma residência no Jardim Itamaracá. No local foram apreendidos 2 fuzis, 1 pistola, munições, 74,2 kg de maconha, um fuzil FAL, calibre 7,62mm, um fuzil modelo AK-47, calibre 7,62mm, uma pistola Glock, calibre 9mm, 38 munições calibre 9mm, 77 munições calibre 7,62mmx51, 144 munições calibre 7,62mmx39, 38 munições calibre 7,62mmx30-06, uma luneta e três veículos, dentre estes uma carreta.

INVESTIGAÇÃO

A investigação apurou que o motorista do caminhão, de 41 anos, recebeu as armas e drogas. O destino seria o Estado de Goiás. Os policias prenderam o caminhoneiro e os ocupantes de dois veículos. O primeiro recebia as armas pelo motorista da carreta e depois chegou a outra dupla, trazendo as drogas. Todos acabaram presos.

Chama atenção o tipo de armamento apreendido, comumente utilizado em roubos a bancos, assaltos e em favelas dos grandes centros urbanos para garantir o narcotráfico e o fato de que, à exceção de um dos homens de 43 anos, que tem passagem por violência doméstica, nenhum dos envolvidos ostenta antecedentes criminais, ou seja, são cooptados a fazerem parte de organizações criminosas, justamente por não terem antecedentes criminais e chamarem atenção da polícia, cumprindo tarefas predeterminadas e acreditando que com a “simples” ação da qual fazem parte, muitas vezes de apenas levar a droga e a arma de um ponto a outro, não fomentam a criminalidade em geral.

Todos foram autuados em flagrante e serão apresentados em audiência de custódia, oportunamente. Eles responderão pelos crimes de associação criminosa, porte de arma de fogo de uso permitido, porte de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.